Publicado em

Joelheiras: o que são, para que servem e quando usar!

Joelheiras: o que são, para que servem e quando usar!

Existem varias categorias de joelheiras, com materiais, formatos e cores diferentes.

Cada uma com uma indicação para um uso especifico:

A) Joelheira elástica – Tem indicação como suporte do joelho na pratica esportiva regular, geralmente por atletas com joelhos saudáveis com nível médio a alto de intensidade dos exercícios. Sua principal função é dar mais estabilidade e menos trancos nas articulações. As joelheiras elásticas, não limitam ou substituem a função de um joelho saudável. Elas fornecem suporte mecânico para as articulações e são completamente livres de hastes metálicas. Seu design seria projetado para proteger o joelho de ferimentos futuros ou riscos de lesões. Esta proteção é especialmente importante para os joelhos colocados sob constante pressão diária (corrida, escadas, salto alto, levantamento de peso).

Em tese, esse tipo de joelheira ofereceria um elemento valioso: A compressão, que, em auxilio à oscilação muscular, rediziria o tamanho dos vasos sanguíneos, o que se traduziria em menos estresse nos músculos e em um fluxo sanguíneo mais rápido e eficiente na área do joelho/perna. Lembrando que músculos, ligamentos e tendões sofrem muito estresse durante treinos rigorosos, principalmente os de resistência aeróbica.

O fluxo sanguíneo eficiente é muito importante para eliminar o ácido lático, por exemplo, e para trazer oxigênio e nutrientes necessários aos músculos para facilitar uma recuperação mais rápida. Simplificando, seu uso resulta em menos dor e inchaço durante e após o desempenho.

A compressão também reduziria a vibração muscular, com consequente redução da instabilidade do joelho, proporcionando ao usuário uma base mais estável, importante durante os saltos, torções e agachamentos. Limitaria o movimento da patela e pode aumentar a propriocepção.

Geralmente são feitas de material de neoprene e deslizam sobre o joelho. Em termos simples, servem de auxilio durante o aquecimento e lubrificação das articulações.

Fique atento!

Esse tipo de joelheira não oferece o mesmo suporte ligamentar que as órteses funcionais ou joelheiras com proteção patelar. Portanto, se você tem um joelho instável e está usando uma joelheira para consertar ou estabilizar o joelho, não será suficiente. Visite o seu médico do esporte ou ortopedista para melhor avaliação de seu caso. De fato, há uma grande chance de inchaço com o uso da joelheira, devido à sua restrição de retorno linfático e venoso abaixo do joelho e agravamento de um joelho instável.

B) Órteses de reabilitação ou funcionais – Geralmente usadas quando já existe uma lesão instalada. Servem para realizar compressão, mantando a patela em seu lugar, ou limitando o movimento do joelho pós lesão ou cirurgia. Também auxiliam na proteção de ligamentos rompidos como os colaterais após um entorse, evitando o agravo da lesão. Alguns médicos recomendam, principalmente, no processo pós-operatório o uso deste tipo de joelheira para manter a patela em determinada posição, visando cicatrização e recuperação mais completas.

C) Faixa elástica simples – Populares entre competidores de levantamento de peso. Elas são firmemente passadas ao redor dos joelhos de forma espiral. Aumentam o desempenho e evitariam lesões associadas a altas cargas e agachamentos. No entanto, segundo os fabricantes, se usadas de maneira incorreta poderiam pressionar demasiadamente a patela contra a cartilagem do fêmur, resultando em dano cartilaginoso agudo ou crônico demais problemas ligados a sobrecarga. 

Lembre-se sempre de consultar o seu médico.

Fonte: http://adrianoleonardi.com.br/joelheiras-o-que-sao-para-que-servem-e-quando-usar. Acesso em 25/06/2018.

 

Deixe uma resposta