Publicado em

Cinta Lombar: Pra que serve e como utilizá-la

A cinta lombar pode ser utilizada por diversas pessoas, seja para prevenir lesões durante a prática de exercícios físicos na academia, quanto para pessoas que fizeram uma cirurgia e precisam de uma proteção ou alívio da dor na região da coluna.

Conheça mais sobre a cinta lombar

A cinta lombar, como o nome já diz, é uma cinta que envolve a região lombar. Essa região é composta por um conjunto de músculos que ficam na parte inferior das costas, uma das áreas mais frágeis do organismo por ser um local submetido a pesos constantes.

Mas, como ela funciona? Nesse aspecto, a cinta lombar proporciona a sustentação e protege essa parte das costas agindo na prevenção dos riscos de lesões. Também proporciona estabilidade nessa região e auxilia na postura correta.

Além disso, o calor da cinta faz com que os músculos possam repousar e, como consequência, ocasiona o alívio da dor.

Saiba quando a cinta é recomendada

Com tantos benefícios, esse produto pode ser utilizado em diversos casos. Em geral, ela é muito indicada por prescrição médica. Confira algumas situações em que seu uso pode ser importante:

  • pessoas que permanecem muito tempo sentadas;
  • pessoas que permanecem muito tempo em pé;
  • pós-parto;
  • pós-cirúrgico (abdominal e de coluna lombar);
  • para prevenir lesões na coluna;
  • dores na coluna;
  • corretor postural para hérnia de disco;
  • fraqueza na coluna.

Com a devida orientação médica, até mesmo as mulheres grávidas podem fazer  uso da cinta lombar. Muitas vezes, com o peso da criança no ventre, a coluna é muito forçada. Por isso, existem cintas lombares para gestantes. São específicas para prevenir e reduzir os riscos de lesões na coluna.

Aprenda a escolher a melhor cinta

No mercado, há diversos modelos e materiais de cintas. Porém, existem muitas de má qualidade e estas podem prejudicar a sua coluna. Assim, a escolha de um produto que possua um padrão mais elevado faz toda a diferença em seu tratamento.

Salientamos que, em todos os casos, o importante é ter a recomendação do seu médico, pois ele pode indicar o modelo correto para cada caso. Todavia, como regra geral, é necessário encontrar uma cinta que ofereça suporte na região lombar e que auxilie na sua postura.

As cintas devem ser ajustáveis conforme a necessidade, com fechos e elásticos para ajudar na compressão. Porém, o material deve ter uma composição que garanta conforto e proporcione uma certa liberdade para fazer os movimentos, como por exemplo o neoprene ou o elastano.

Fonte: https://www.fisioterapiaparatodos.com/p/ortese/cintas-ortopedicas/. Acesso em 10/07/2018.

Deixe uma resposta